sábado, 27 de abril de 2013

De quem você está à disposição?

Como procedemos? Qual nossa visão de sucesso, de êxito? A quem parabenizamos? A quem é rico, inteligente, bonito, culto? A quem prontamente nos colocamos à disposição? Somente a quem tem algo a nos dar em troca? (Fonte: Rádio Vaticano)


Trecho retirado da reflexão para o V domingo pascal

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Reflexão com Padre Zezinho

.
Quando irmãos cristãos de outras igrejas me elogiam, agradeço e retribuo. Eles e nós temos valores nos aproximam. Diferenças se administram. (Padre Zezinho)

Missa de Cura e Libertação


Contra o mal, pela paz

Recentemente em Bruxelas, ativistas gays atacam arcebispo numa demonstração de desequilíbrio e desrespeito a dignidade humana. Em pleno século XXI criam táticas de desmoralização da pessoa humana. Será que a sociedade dá credibilidade a quem ameaça a vida humana? Existe um tipo de agressão, simbólica, que é próprio de pessoas que deixam dúvidas, elas mesmas tem dúvidas sobre si, porque se escondem e usam outros para fazer na prática aquilo que ele já fez simbolicamente.
E por falar em violência simbólica, seria interessante prestarmos atenção ao papel dos blogs na sociedade. Um primeiro dever: "discernir e selecionar" o que faz bem. Lembrem-se! A mentira cultiva a violência. Utilizar meios para cultivar a violência com mentiras e falsidade é crime. É necessário "fazer opções responsáveis, de acordo com critérios eticamente sólidos, sobre o que ler, assistir e escutar"(Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais). Quem é antiético usa critério antiético. Adjetivos do antiético: a mentira, a calúnia, a falsidade, a violência, o desrespeito. Portanto, façamos boas escolhas. (Carlos)

quinta-feira, 25 de abril de 2013

A setorização está fortalecida

A experiência da setorização precisa ser registrado pela paróquia. Em primeiro lugar por ser um acontecimento inédito que envolve muita gente das diversas comunidades. O povo participa com alegria porque a Palavra de Deus vai ao seu encontro. O povo pelo setor faz a experiência de encontro pessoal com Cristo. Hoje, tivemos notícia que o Padre Matias celebrou a santa Missa no Setor III. O Padre vai à base e conversa com o povo de Deus, faz a celebração da vida com a comunidade.

Uma mensagem interessante

Fábula do porco-espinho

Durante uma era glacial, quando o globo terrestre esteve coberto por grossas camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram, por não se adaptarem ao clima gelado.

Foi então que uma grande manada de porcos-espinhos, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começou a se unir, a juntar-se um pertinho do outro. Assim, um podia aquecer o que estivesse mais próximo. E todos juntos, bem unidos, aqueciam-se, enfrentando por mais tempo aquele inverno rigoroso.

Porém, os espinhos de cada um começaram a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam mais calor, calor vital, questão de vida ou morte. Na dor das
“espinhadas”, afastaram-se, feridos, magoados, sofridos.

Dispersaram-se por não suportar os espinhos dos seus semelhantes. Doíam muito. Mas essa não foi a melhor solução: afastados, separados, logo começaram a morrer congelados. Os que não morreram, voltaram a se aproximar, pouco a pouco, com jeito, com precaução, de tal forma que, unidos, cada qual conservava uma certa distância do outro, mínima, mas suficiente para conviver sem ferir, para sobreviver sem magoar, sem causar danos recíprocos. Assim, aprendendo a amar, resistiram ao gelo. Sobreviveram.

Fonte: Família Cristã

Reflexão: Papa Francisco

.
Conservemos viva a nossa fé por meio da oração e dos sacramentos; estejamos vigilantes, para não nos esquecermos de Deus. (Papa Francisco)

quarta-feira, 24 de abril de 2013

A paróquia e o clamor dos pobres

Desde que foi setorizada pastoralmente, a paróquia tem escutado o clamor do povo. A aproximação do povo com a Igreja e vice-versa é uma realidade que expressa a comunhão e participação. Demonstra a força de nossas lideranças no pastoreio. Nesse sentido não tem faltado esforços dos Padres (Pe Matias e Pe Lenilson), das religiosas e leigos. À luz do documento de Aparecida, a Igreja vem dando passos significativos na formação e evangelização.
O mais importante: o povo encontra na Igreja a sua confiança, o respeito, a solidariedade e muito mais. Isso não vem do nada. É resultado de um planejamento pastoral. Os pobres participam mais das coisas da Igreja. Aqueles que dizem que diminuiu a participação dos católicos na Igreja não estão dando importância aos pobres que participam muito mais dos eventos. É importante saber que os ricos não são maioria, eles nem existem, principalmente, na função tão nobre de evangelização.
É importante lembrar que a nossa preocupação não é a quantidade mas a qualidade. Os setores são grandes extensões com poucos missionários. Mas estes poucos conseguem lelar a mensagem da Igreja em todos os setores. Não realizamos nenhuma pesquisa para saber o número de pessoas que se envolvem nas atividades. Mas tenho lembranças que os livrinhos do natal em família não passavam de duzentos. Hoje, é necessário 1.100 (mil e cem) livros para atender os setores missionários. Para quem está fora assistindo fica na ilusão. Lembro que o Evangelho combate a ilusão e a alienação. O evangelho nos compromete com Jesus Cristo, com a vida e a verdade. Assim sendo, o missionário deve ser o portador da verdade e somente da verdade para poder estar com Jesus. Desde já, todo apoio ao plano pastoral da paróquia que atende aos anseios dos mais pobres também. Que a graça de Deus possa alcançar todos! (Carlos)

João de Deus


Médicos do Vaticano aprovam o segundo milagre de João Paulo II


O processo de canonização do Papa João Paulo II está procedendo a passos largos e já se fala que ele poderá ser proclamado santo no próximo mês de outubro. Na semana passada, a consulta dos médicos da Congregação das Causas dos Santos reconheceu como inexplicável uma cura de uma mulher atribuída ao bem-aventurado João Paulo II.

O possível milagre deverá ser aprovado também pela comissão de teólogos e cardeais, levando o Papa polonês a ser reconhecido santo em tempo recorde, em apenas oito anos desde sua morte.

O processo é realizado em discrição. Em janeiro deste ano, o postulador da causa, monsenhor Slawomir Oder, apresentou para um parecer preliminar uma cura milagrosa à Congregação vaticana dos Santos. Dois médicos da consulta vaticana examinaram previamente este novo caso, dando ambos um parecer favorável. Então toda a prática foi apresentada oficialmente ao dicastério, que o inseriu imediatamente na agenda dos trabalhos.

Na semana passada, houve debate de uma comissão de sete médicos e o parecer foi favorável. É evidente a vontade da Congregação para as Causas dos Santos, que tem o aval também de Papa Francisco, em terminar todo o processo com a canonização do Papa polonês.

Em maio, será realizada a congregação dos teólogos e dos cardeais da Congregação para as Causas dos santos e, em junho, o consistório ordinário com a aprovação do Papa.

Fonte: Canção Nova Notícias

Da redação do Portal Ecclesia.

terça-feira, 23 de abril de 2013

A questão social e o cristão

Com um olhar específico para as questões sociais do nosso tempo, percebemos que a Igreja católica sempre esteve presente na história junto ao povo de Deus. Muito mais como inspiradora "da ação em ordem à justiça social". É sinal que não estamos sozinhos e abandonados. Temos uma luz que nos indica o caminho de justiça, moral e ética para seguir. No Egito antigo Deus falou para Moisés: "Eu ouvi o clamor de meu povo e desci para libertá-lo". Com fidelidade a história do povo de Deus, hoje, continuamos como peregrinos rumo à sociedade plena de justiça, solidariedade e pelo bem comum. 
A carta apostólica OCTOGESIMA ADVENIENS (1971) que comemorava os 80 anos da Encíclica de Leão XIII, a Rerum Novarum, nos mostra que o cristão deve assumir o seu compromisso sócio-político num mundo em transformações. Hoje, não é diferente e o leigo deve assumir seu protagonismo tendo em vista os critérios do evangelho, verdade e vida. Ainda existe muita gente lutando contra a fome e a miséria no mundo. O Evangelho é a nossa maior segurança, é nele que devemos buscar forças para a caminhada. Os cristãos tem muito o que fazer, nesse contexto. "Os cristãos deverão renovar a sua confiança na força e na originalidade das exigências evangélicas"(Octogesima Adveniens). (Carlos)

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Bonita reflexão

"Se você quer transformar o mundo, experimente primeiro promover o seu aperfeiçoamento pessoal e realizar inovações no seu próprio interior." (Dalai Lama)